Asanas no Yoga – Origem e Benefícios das Posturas – O que é?

O termo asanas diz respeito à postura corporal seguida durante a prática de Yoga, utilizada no intuito de favorecer o nível de transcendência da consciência humana.

Desta maneira, o significado do asanas consiste em proporcionar a quietude física e mental do indivíduo. Assim, Asanas acaba contribuindo para o reequilíbrio energético do corpo e da mente.

Para que seja possível saber um pouco mais sobre este termo tão importante na Yoga, falaremos com mais detalhes a respeito dele. Acompanhe!

Asanas – Origem

Asana trata-se de uma palavra com origem no sânscrito que significa sentar. A simbologia inicial do Asanas se referia a um estado de contemplação mantendo a posição do corpo sentado por um longo período.

Para o Patanjali, oriundo do Yoga Sutras, o asanas consiste em sentar-se numa posição segura e confortável com o objetivo de propiciar um estado de contemplação (meditação), conduzindo ao caminho da sabedoria interior.

Asanas – Objetivo

 

O grande objetivo do asanas é proporcionar uma condição favorável para que o praticante do Yoga tenha condições de exercer controle sobre sua mente.

O resultado esperado através da prática é manter o pensamento focado por um longo espaço de tempo, sem que qualquer tipo de distração de ordem mental possa interferir. Ou seja, um estado de máxima concentração.

Principais dificuldades

O conceito de asanas pode parecer muito simples. No entanto, para que se possa alcançá-lo, é necessário superar diversas dificuldades de ordem física e mental.

Quanto às dificuldades de ordem física, estão questões muito simples, tais como a necessidade que as pessoas sentem de se espreguiçar, coçar partes do corpo, espirrar, bocejar etc.

Já no que diz respeito às dificuldades de ordem mental, para todas as pessoas é extremamente difícil manter o pensamento focado.

Quando iniciamos o processo de meditação, muitas das vezes, a mente é invadida por uma infinidade de pensamentos. Lembrando-nos de compromissos profissionais, obrigações domésticas e demais situações que nos causam preocupação.

Logo, silenciar corpo e a mente é sem dúvida um dos maiores desafios da Yoga. Por esta razão, manter-se na posição de asanas é um desafio bem grande para os praticantes em nível iniciante.

Asanas – Técnicas para facilitar a concentração

Para superar as dificuldades naturais quanto às práticas de asanas, é indispensável muita determinação para controlar o corpo e a mente.

Uma técnica interessante é “expulsar” os pensamentos à medida que eles se apresentam. Nos momentos iniciais da concentração, é preciso não colocar atenção neles, sem que para isso, a mente comece a “brigar” com tais pensamentos.

Vigie seus pensamentos

De acordo com os princípios da Yoga, quanto mais “brigamos” com um pensamento, mais ele exercerá domínio sobre nós. Desta maneira, a melhor forma de não se submeter a determinados tipos de pensamentos é simplesmente deixar que eles passem.

Para isso, basta imaginar o fluir das águas em um rio, por exemplo. Da mesma forma são os pensamentos, eles simplesmente fluem, indo embora naturalmente.

Quanto aos desconfortos físicos iniciais da posição de asanas, vale a mesma regra. Por exemplo, quando o praticante sentir vontade de espreguiçar-se, apenas deixar que a vontade passe, não permitindo focar apenas nesta necessidade física.

A mente, para ser verdadeiramente livre, precisa aprender a não se deixar levar pelas interferências. Nisso consiste a força do equilíbrio proporcionado pela prática de Yoga.

Posturas Asanas

Clique na imagem para ver em tamanho grande.

posturas-asanas

Sidhasana, Vrishasana, alabhasana, Yogasana, Bhujangasana, Padmasana, Bhadrasana, Muktasana, Vajrasana, Garudasana, Uttana Kurmasana, Mandukasana, Svastikasana, Simhasana, Simhasana, Gomukhasana, Virasana, Dhanurasana, Mritasana, Guptasana, Matsyasana, Matsyendrasana, Paschmottanasana,  Gorakshasana, Utkatasana, Sankatasana, Mayurasana,  kukutasana, Kurmasana, Vrkshasana, Uttana Mandukasana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *